Jump to content

[ESPAÇO GEOCACHER] Conte Aqui Sua História!


Mr_Gehringer
Followers 2

Recommended Posts

Fala galera Geocacher!!!

 

Estávamos pensando e achamos que faltava um local para contarmos nossas histórias, contatar os velhos (ou novos) amigos ou simplesmente jogar conversa fora...

 

Desta forma estamos criando o "Espaço Geocacher" o qual vamos inaugurar contando os ocorridos na data de hoje, enquanto estavámos em busca do Pepê-Pêo do Índio

 

Na verdade, vamos reproduzir parte de nosso log, pois o mesmo descreve bem a situação.

 

 

Quase não chegamos nele!!!

 

Estavamos indo pela est. da usina quando vimos uma placa com os seguintes dizeres:

 

"Acesso a Paulínia intransitável"

 

Claro que uma simples placa não podia nos desanimar, então desviamos dela e seguimos em frente... Cerca de 2km mais à frente, havia uma barreira de concreto no meio da pista e nós fomos obrigados a desviar pelo acostamento.

 

Depois vieram ainda mais duas barreiras e enfim descobrimos o motivo de tanta cautela...

 

As chuvas dos ultimos dias abriram uma cratera de 30 metros no meio da estrada, o que impossibilataria a passagem de qualquer carro.

 

Estranhamos algumas marcas de frenagem que existiam no local e perguntamos para um senhor que parecia morar ali por perto se ele sabia de algo.

 

Descobrimos que no dia 07-01, um caminhão tanque, carregado com alcool, percebeu tarde demais a cratera e depois de derrubar a barreira de concreto, foi parar dentro da cratera!!!

 

 

Pesquisando na net, conseguimos encontrar um link para a reportagem que confirmou o que ele havia dito...

 

Segue link para a reportagem no jornal da região: http://eptv.globo.com/noticias/NOT,1,214,330529,Caminhao-tanque+com+alcool+cai+em+cratera+de+30+metros.aspx

 

Além deste caminhão um carro tb caiu no local no momento do desabamento...

 

De qualquer forma, no local foi construída (improvisada) uma ponte, que daria acesso a pé ao cache. Como força nenhuma neste mundo faria a Natali atravessá-la, decidi ir sozinho até o cache, que estava a cerca de 750m em linha reta até o local.

Link to comment

Aproveito tb para transferir meu post que originalmente estava em "Campanha Brasil 900 Caches"

 

Este local me parece mais adequado...

Boa madrugada cachers!!!

 

Estava aqui fuçando para ver como anda o jogo em outros países, na verdade queria entender melhor em qual situação nos encontramos em relação as demais nações.

 

PQ???

 

Bom, eu realmente não sei, mas sei que encontrei alguns dados curiosos...

 

Seguem abaixo os dados super úteis do IBGEhringer:

 

-Na Alemanha, existen hoje cerca de 168.000 caches ativos. Como a maioria já sabe, é um dos países com maior número

 

-Nos estados Unidos, quase impossível saber... So em 4 estados, florida, nova york washington e texas, são quase 200.000!!! :o

 

-Os Japoneses, apaixonados por tecnologia, tem pouco mais de 6.000 :huh:

 

-Portugal, tem quase 9.000

 

-A suécia está com quase 35.000

 

-Na Suiça, mais de 11.000

 

Australia, quase 25.000

 

-No Afeganistão, já são 200. Os soldados Americanos devem estar bastante ocupados... :D

 

-Na Antartida temos 35, na maioria com terreno dificuldade 4 ou 5, não sei porque

:unsure:

-Nostros Hermanos tem 172

 

-No Vaticano tem 2 que somam juntos quase 2800 founds :blink:

 

-No Iraque, mais 380, reforçam a teoria da real missão dos soldados americanos :P

 

-A Russia, maior pais em extensão territorial, tem provavelmente o menor indice de cache por km², com seus 179 caches, 1 cache a cada 95.393km²

 

-A China então deve ter o menor indice de cache por habitante, com 308 caches, ou 1 cache para cada 4.346.103 habitantes. Não acredito que eu fiz mesmo essa conta

 

-Ok, desconsiderem a informação da China com menor numero de cache por hab. Acabei de ver que na India são 103 caches... :laughing:

 

- A Ilha de Fidel tem 34

 

- Se alguém aí estiver progrmando uma viagem para a Coréia do Norte, para buscar geocaches, é melhor repensar, pois não há nenhum lá. Sugiro tentar a opção logo abaixo. NAURU!!!

 

- Nauru, na micronésia, tem um único cache. É uma opção fantástica para os brasileiros qe sonham em viajar para outro país em busca de caches :lol:

 

Nossa vizinha Guiana Francesa, tem 4, mas um deles esta ativo desde 2001, e está quase atingindo 10 founds. atualmente tem 8... Menos de um found por ano

 

-En el Paraguay, tenemos 9 caches. Dizem as más linguas que são os réplicas oficiais dos 9 primeiros Project Apes

 

- No Haiti, tem 5. Um deles deve ser feito de material de caixa preta de avião, pois está ativo desde de 2001!!! Com terremoto e tudo tem mais de 300 founds, inclusive vários recentes ;)

 

-A África do Sul está com mais de 5.000!!! Acho que boa parte da movimentação foi causada pela copa do mundo... De todos os dados até agora este foi um dos que mais me chamou a atenção, pois pode ser o pulo do gato para nós!!! B)

 

- Para encerrar, um ultimo dado, colhido da fonte camourística de informação, me garantiu que temos um cache na estação espacial e um em uma fossa abissal, a quase 2.000m de profundidade, sob o mar :wacko: Curiosamente não os achei no mapa, será que alguém tm o GC code para me passar???

 

Abração à todos!!!

 

André Gehringer

Link to comment

Mudando de assunto...

 

Estive fuçando no site Brasil Caching para ver o que encontraria e qual não foi minha surpresa ao ver que tem alguns brasileiros que estão no site, mas que não aparecem aqui no site oficial!!!

 

Uma pena pois tem dois caras que sozinhos colocaram cerca de 130 caches, que não constam aqui na base de dados...

 

Péssima idéia, pois já é difícil encontrar novos praticantes no Brasil. Os caras ainda acham que dá pra dividir a base de dados!!!

Link to comment

CONCORDO COM TUDO QUE O ANDRÉ ESCREVEU...

 

Penso que ao invés de dividir a base de dados, seria muito mais interessante unir forças para traduzir o geocaching.com .

 

O Hugo está fazendo um ótimo trabalho e já solicitou nossa ajuda em algum post aqui no fórum, não me lembro onde.

 

Me desculpem, mas dividir a base de dados, para mim, é burrice.

 

Natali Gehringer

Link to comment

Pessoal, concordo, nós tbem vimos nesse fim de semana que tem gente postando cache só lá, mas acredito que deveríamos escrever para eles e comentar que o site oficial já está em sua grande maioria, traduzido para o Português (Portugal) realmente o site estar em Inglês dificulta e assusta muita gente. vamos dizer tbem sobre o fórum para que eles nos visitem e compartilhem conosco suas experiências, o que vcs acham?

Aproveitando gostaria de pedir para alguns que ainda escrevem só em inglês seus caches e comentários, escrevessem tbem em português, afinal estamos no Brasil e isso vai nos dando cada vez mais força e incentivando a galera... :rolleyes:

Link to comment

Olá pessoal,

Já falei isso, mas só para relembrar: O desenvolvimento do Geocaching no Brasil é muito lento e ainda não alcançamos massa crítica para que ande sózinho. Por isso ainda temos ciclos que variam de alguma atividade para momentos sem nenhuma movimentação.

Seria um grande desperdício separar os geocachers brasileiros da comunidade mundial fazendo um jogo só brasileiro. Em primeiro lugar estaríamos indo totamente contra as tendências de globalização e integração entre todos os povos.

Em segundo e principalmente, precisamos dessa integração pois estando integrados, temos a colaboração de cachers de outros países que frequentemente visitam o Brasil em busca de nossos caches, compartilhando experiências e ajudando a movimentar nossos caches, trazendo novidades, travel bugs, geocoins e possibilitando até que novas amizades apareçam.

No pouco tempo que estamos praticando geocaching, já fizemos amizade com cachers da Portugal, Alemanha, Hawaii, Republica Checa, além é claro de vários lugares do brasil. Tivemos até a participação de um alemão no ultimo Meeting.

 

Conseguimos, através do nosso amigo Hugo, grandes avanços para superar barreiras que dificultavam e até impediam o acesso de grande parte dos brasileiros no nosso esporte, como o idioma. Hoje o site está praticamente todo traduzido para a língua portuguesa e continuam os ajustes. Com o mesmo intuito de concentrar os esforços, pois notamos locais variados onde cachers se encontram para trocar experiências como orkut, blogs, forums, etc, sugerimos a criação de uma àrea só para nós, brasileiros, e graças ao Hugo, ela está aí.

 

Portanto, vamos continuar nossa luta para que o nosso esporte se desenvolva sempre, mundialmente e especialmente no Brasil, onde ele precisa muito de nossa atenção e esforços.

 

Vamos nos unir e colaborar!

 

Abraço a todos,

Carlos Moura - CAMOURA

Edited by camoura
Link to comment

Mudando de assunto...

 

Estive fuçando no site Brasil Caching para ver o que encontraria e qual não foi minha surpresa ao ver que tem alguns brasileiros que estão no site, mas que não aparecem aqui no site oficial!!!

 

Uma pena pois tem dois caras que sozinhos colocaram cerca de 130 caches, que não constam aqui na base de dados...

 

Péssima idéia, pois já é difícil encontrar novos praticantes no Brasil. Os caras ainda acham que dá pra dividir a base de dados!!!

 

Sem falar que os caches que estes caras colocaram são todos em locais Excelentes!!!

Link to comment

Fala galera!!!

 

Essa eu preciso contar, apesar de já ter colocado no log do cache...

 

Ontem eu fui com o Rodrigo em busca de três caches colocados por um casal americano, GirlGotWings e PetHub (Laureen e Tom, se não me engano)

 

Depois de encontrar os dois primeiros, Circle of Friends e Mc Home, fomos buscar o Unwanted Souvenirs. Curiosamente na descrição dos caches, eles mencionam várias vezes uma Ana, que trabalhava numa escola de inglês, localizada não muito distante do Unwanted Souvenirs. A Ana, os acompnhou durante a viagem e ficou "incumbida" da manutenção dos caches deles, já que ambos estão a cerca de 10.000 km dos caches.

 

Ocorre que depois de ter encontrado este ultimo cache, estávamos voltando para o carro que tinha ficado estacionado um pouco distante do cache, já que é uma região central e não haviam vagas de estacionamento disponiveis. No caminho, nos deparamos com uma escola de Inglês e é claro que eu não pude resistir né...

 

Como a porta da escola estava aberta, nós entramos e eu perguntei se tinha alguma Ana que trabalhava ali. Diante da resposta positiva, pedi para falar com ela.

 

Ela meio que sem entender muita coisa, veio nos atender (era a proprietária da escola)

 

Como eu não sou de muita cerimônia e formalidades, fui logo nos apresentando:

 

-Ana, boa tarde, sou o André e este é meu amigo Rodrigo. Você há alguns meses esteve recebendo um casal americano que praticava Geocaching não é??? Então, nós estávamos passando por aqui, vimos a escola, imaginamos que era aqui que vc trabalhava e resolvemos parar para falar um oi"

 

Vocês precisavam ver a cara de surpresa dela neste momento!!!! :blink:

 

Ela nos fez várias perguntas sobre o GC (muitas mesmo), confessou que à principio achava um hobby meio bobo e que não imaginava que viria alguém procurar os caches na cidade, mas que agora estava vendo com outros olhos... Parece até que vai tentar encontrar os GCs de Bragança!!!

 

Contatos trocados com ela, tiramos uma foto juntos e tomamos o rumo de casa, trazendo mais uma história e imaginando que deixamos uma outra para ela contar tb!!!

 

Abração a todos!!!

 

André Gehringer

Link to comment

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Followers 2
×
×
  • Create New...