Jump to content

Abordagem Directo ou Não


Torgut
Followers 2

Recommended Posts

Às vezes vejo logs de malta que ao ser mais ou menos surpreendida por um polícia vai de abrir o livro e explicar ao dito agente da autoridade o que é o Geocaching, com todo o detalhe. Quem diz o polícia, diz o jardineiro, ou guarda disto ou daquilo... etc.

 

Lembrei-me disto hoje ao ler um log de uma cache do MAntunes:

 

"Estacionei o carro e por sorte veio logo á rua uma Sra. da aldeia, sem meias medidas perguntei-lhe como se ia para onde apontava o gps"

 

Afinal, será que os prós destas atitudes se sobrepõem aos contras? Não se estará a confiar demais num elemento estranho ao jogo que, como numa lotaria, poderá achar piada ou, pelo contrário, pensar "vira lá costas que já te atendo, a ti e às tuas caixas maradas, vai tudo de vela e acabam-se as porcarias" ?

Link to comment

........ Não se estará a confiar demais num elemento estranho ao jogo que, como numa lotaria, poderá achar piada ou, pelo contrário, pensar "vira lá costas que já te atendo, a ti e às tuas caixas maradas, vai tudo de vela e acabam-se as porcarias" ?

Penso que depende do bom senso de cada um e da forma como a abordagem for feita e da forma como se "apresenta" o possível estranho.

Confiar em alguém estranho? fazemos isso todos os dias quando vamos ao supermercado, compramos um bilhete de comboio, vamos ao médico, quando saímos de casa, quando viajamos de carro ou outro meio de transporte. Há-de ter alguma fé na humanidade. Às vezes acertamos em cheio e outras vezes enagamo-nos redondandamente. Faz parte desta vida triste.

Link to comment

Vida triste?! Eu adoro estar vivo!

 

Bom, mas deixemo-nos de divagaçãoes filosóficas e voltemos ao tópico;

 

O desaparecimento de caches faz parte do geocaching e não me parece mal que se tenha um espírito de abertura e afabilidade para com os locais. Como se disse, tudo faz parte do bom senso e, acrescento eu, do estado de espírito do geocacher que sentirá, ou não, que pode confiar na pessoa com quem está a falar ou que talvez seja melhor não dizer muito sobre o que o faz estar ali.

 

Eu já tomei as duas atitudes em situaçoes similares. Posso ter-me enganado.

Link to comment

........ Não se estará a confiar demais num elemento estranho ao jogo que, como numa lotaria, poderá achar piada ou, pelo contrário, pensar "vira lá costas que já te atendo, a ti e às tuas caixas maradas, vai tudo de vela e acabam-se as porcarias" ?

Penso que depende do bom senso de cada um e da forma como a abordagem for feita e da forma como se "apresenta" o possível estranho.

Confiar em alguém estranho? fazemos isso todos os dias quando vamos ao supermercado, compramos um bilhete de comboio, vamos ao médico, quando saímos de casa, quando viajamos de carro ou outro meio de transporte. Há-de ter alguma fé na humanidade. Às vezes acertamos em cheio e outras vezes enagamo-nos redondandamente. Faz parte desta vida triste.

 

Por natureza sou um "arriscador" e esgrimo este tipo de argumentos com os hiper-prudentes deste mundo. A questão é que no caso de que falamos estamos a "arriscar" a criação de outrém. O Mantunes, dos casos que me lembro, expôs a situação referente a caches dele ou que lhe estavam confiadas. Aí, plenamente de acordo, sem reservas. Mas decidir revelar a existência da cache de outra pessoa porque achei por bem é que já não sei. Talvez não me compita.

Link to comment

Aquando da criação de uma cache, se pudermos contar com a ajuda de alguém não geocacher que possa olhar por ela, óptimo. Isso aconteceu-nos com a (GCTYTF) - Dress Code. Como curiosidade, as pessoas envolvidas chegaram-nos a telefonar para avisar que uma peça do jardim tinha sido removida e por isso seria necessário alterar o texto da cache!

 

Quanto a sermos abordados por um não geocacher aquando de uma busca, salvo erro só nos aconteceu uma vez, e foi um DNF no Parque das Conchas. Creio que provavelmente não diríamos o que andamos a fazer de "telemóvel" na mão...

 

Estou à espera que alguém nos aborde a perguntar "O que fazem vocês aí?". Ao que vamos responder "Recebemos uma chamada para verificar este local, foi você que ligou?" :(

Link to comment

Xiii.. vamos lá ressuscitar esta thread..:blink:

 

Penso que a atitude depende das pessoas. Eu próprio já fui "obrigado" a dirigi-me a uma sra. dentro de um carro e explicar-lhe o que era o geocaching. Retirei e coloquei uma cache mesmo nas barbas dela que estava dentro de um carro estacionado a 3m de mim.

Se me fosse embora, será que ela iria ver o que eu tinha "posto ali" ? Assim, expliquei-lhe tudo e fomos os dois contentes à nossa vidinha. :D

 

Mas já tive de inventar também. Numa situação, disse só meia-verdade. Aproveitei o facto de estar perto de um marco geodesico quando fui abordado, e disse ao sr. curioso que era um jogo, cujo objectivo era recolher as coordenadas do marco.;).

 

Com isto despeço-me deixando-os aqui esta obra prima do DESENRASCA .

Link to comment

e também há aqueles muggles que, depois de tantas vezes verem pessoas a praticar "actividades suspeitas" (segundo o ponto de vista dele...) ao lado da sua casa, encontra-me a fazer, precisamente essa mesma "actividade suspeita"... vai ao meu encontro e lá fala comigo (num autêntico monólogo, já que ele nem me deu tempo para responder)

 

- "o senhor desculpa lá mas tenho vindo a reparar em muitos de vocês chegam aqui e começam a vasculhar tudo, um de vocês até puxou esta m**** (e agarra num esguicho daqueles que sai da terra para regar o jardim) e arrebentou isto tudo, outros viram debaixo dos bancos mas agora diga-me lá porquê que procuram aqui no terreno ao lado? Sim porque vocês da vossa seita (:blink:) entraram dentro do terreno e vasculham aquilo tudo! Vá diga-me lá: tem alguma coisa dentro do terreno que lhe interesse?"

 

- "Não sei de quem esta a falar porque não conheço ninguem... e só estou de passagem"

 

- "Então nao quer nada do terreno, certo?"

 

- "Não"

 

- "Muito bem"

 

e puff... vai-se embora..... agora digam-me: há vontade para explicar o que é o Geocaching a mentalidades assim deste genero? not....... ;)

 

estou a falar desta cache em concreto (GC1HQXW) - Parque Urbano de Paramos

Edited by caixeiro_viajante
Link to comment

Normalmente se posso abortar uma procura por causa de estranhos faço-o, no caso de não haver possibilidade de escapatória e se puder dar uma desculpa qualquer credível faço-o e logo DNF. Como quase fiz aqui.

 

Só em último recurso é que revelaria o meu verdadeiro propósito, também não vejo porquê ser confundido com alguém com más intenções se o puder evitar.

Edited by Team Geo-Cricket
Link to comment

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Followers 2
×
×
  • Create New...